1. Os túneis assombrados das Catacumbas de Paris – França
   Ao andar pelas ruas de Paris você pode facilmente dizer que está andando sobre mortos. Me refiro a um um cemitério do século 18 existente em um emaranhado de túneis que se situam embaixo da cidade de Paris, popularmente chamado como ‘Catacumbas de Paris,’ ou parisienses. O que você vê ali na parede são ossos humanos, de pessoas reais. A história conta que, como os cemitérios de Paris estavam superlotados, esta obra-prima macabra foi criada para abrigar restos humanos de mortos no silêncio da noite. Os túneis foram quase que totalmente decorados com os ossos de seres humanos e, é claro, muitos que visitaram o local disseram ter tido experiências paranormais lá. Muitos relataram ter tido visões e sensações incomuns ao visitar os túneis da catacumba, como mortos tentando pegá-los ou uma luz seguindo-os.



2. A estrada Shades of Death (tons da morte) e o fantasma do rio – Nova Jersey, EUA
   “Shades of Death” (Tons da Morte) é o nome oficial de uma estrada rural com aproximadamente 11 km de extensão localizada no estado de Nova Jersey, EUA. Ainda não há evidência consistente sobre o motivo real do nome, mas histórias sobre a estrada não faltam. Uma delas relata sobre a existência de um fantasma que habita um rio que acompanha um dos lados de um trecho da rodovia, conhecido como “the ghost lake” (o fantasma do rio). Contam também que espíritos dos que praticavam assaltos na estrada ficam presos àquela área, especialmente próximo ao lago.



3. Os fantasmas do Museu do Genocídio Tuol Sleng – Phnom Penh, Cambodja
   É um museu localizado em Phnom Penh, capital do Cambodja. Ele serviu como prédio de uma Prisão de segurança máxima entre 1975 e 1979, durante o regime de Khmer Rouge. O local foi marcado pela tortura e por assassinatos brutais de muitos prisioneiros. Devido a isso, dizem os frequentadores que o local é assombrado pelos espíritos dos prisioneiros. Dentro do museu há quadros com imagens de prisioneiros e os métodos de tortura que usavam lá. Dizem que existem lá fantasmas de cerca de 17 mil prisioneiros, são tantos fantasmas que é comum escutar relatos de pessoas que viram um ou outro rondando por lá. 




4. O castelo Leap Castle assombrado pelo monstro Elemental – Irlanda

   Dizem que é o castelo assombrado da Irlanda com a história mais fascinante. Conta a história que o castelo foi construído no final do século XV pela família O’Bannon, mas que foi tomado por outra família, conhecida como O’Carroll. Em 1532, os irmãos se desentenderam e então se tornaram rivais, irmão acabou se virando contra irmão. O castelo então foi o cenário de uma chacina causada por eles mesmos. O Leap Castle é popular também pelo seu calabouço, onde muitos prisioneiros foram brutalmente assassinados. Outra história que contam é que o castelo é conhecido também por abrigar uma besta deformada conhecida como o ‘Elemental,’ que tem o tamanho e formas de uma ovelha, mas com a face de um humano, fedendo carne podre e enxofre. Dizem que a visão desta criatura é terrível, é só mais uma razão para manter as pessoas longe de lá.


5. A mansão fantasma Borley Rectory (Reitoria de Borley) – Inglaterra

   Era uma enorme mansão em estilo vitoriano, que passou a ser conhecida como “a casa mais mal assombrada da Inglaterra.” Foi construída no ano de 1862 com a finalidade principal de abrigar o reitor da igreja Borley e sua família. Os acontecimentos inesperados foram testemunhados pela primeira vez em torno de 1863, quando as pessoas relataram ouvir passos na casa, quando não havia ninguém além deles por lá. Outro evento de destaque ocorreu em 1900, quando as filhas do reitor informaram terem visto o fantasma de uma freira no crepúsculo, mas à medida que se aproximavam dela para falar com ela, a figura desaparecia. Não é o único, há vários relatos de avistamentos e eventos assustadores na casa, como mensagens, fantasmas que jogam pedras e outros objetos, etc.



6. O cemitério e cidade assombrada de La Noria – Chile

   No deserto do Chile existem duas cidades mineiras abandonadas, La Noria e Humberstone. Nós vamos falar sobre La Noria e as histórias sobre seu cemitério sombrio. No início do século 19, os moradores desta cidade foram muito mal tratados e viviam em condições horríveis, como escravos. Acredita-se que a cidade é assombrada por causa do tratamento cruel que essas pessoas receberam e a morte horrível que tiveram. Contam que, embora a cidade seja abandonada, depois do pôr do sol diversas atividades paranormais começam a se manifestar por lá. As pessoas que vivem nas redondezas dizem que já escutaram passos e que já viram espíritos à deriva nas ruas da cidade. Não bastasse as histórias, o cemitério da cidade é um dos mais assustadores do mundo, e tem algumas sepulturas abertas.



7. A velha de The Ridges – Ohio, EUA

   Antes de ser chamado de The Ridges (O Cume), o local era chamado de ‘Centro de Saúde Psicológica de Atenas,’ mas depois, o estado de Ohio decidiu adquirir a propriedade e o hospital foi rebatizado. O hospital foi inaugurado em 09 de janeiro de 1874. O fato é que a instituição é marcada por uma história macabra. Dizem os antigos frequentadores do local que uma senhora de 54 anos, que era paciente do hospital, permaneceu desaparecida por seis semanas dentro do hospital, e foi encontrada morta em uma ala não utilizada. Seu corpo deixou uma mancha permanente no chão da sala em que foi encontrada, que ainda é visível até hoje. Por consequência disso, várias pessoas relataram terem visto seu fantasma rondando o lugar, como se assombrasse a ala onde ela morreu.



8. O Cemitério de Stull, uma das 7 portas para o Inferno – Kansas, EUA

   Stull é uma região não muito conhecida localizada no estado do Kansas, EUA. A cidade é tão pequena que praticamente não tem população, apenas 20 pessoas podem ser classificadas como os moradores de Stull, mas esta é apenas a população humana, existem muitos outros que vivem lá de várias formas, pelo menos é o que dizem. Uma das atrações da área é o cemitério da cidade, o Cemitério Stull. O local é chamado pelas pessoas como uma das sete portas de entrada para o inferno, e esta é a razão pela qual – apesar de ser tão conhecido – ninguém gosta de visitá-lo. Construíram lá uma antiga igreja há muitos anos atrás, que hoje está demolida, mas durante anos a igreja foi considerada como um centro de bruxaria e acontecimentos sobrenaturais. Muitas pessoas relataram incidentes incomuns perto de cemitério, como pessoas invisíveis que tentam te segurar, ou perda súbita de memória, e muitas outras histórias. Se é verdade ou não ainda não confirmaram, mas certamente é um lugar onde ninguém gostaria de ser enterrado.



9. A casa da família Riddle e o fantasma do sótão – Flórida, EUA   
   Inicialmente construída em 1905, a casa estava situada em West Palm Beach, mas mais tarde acabou sendo transferida para um parque histórico situado em Royal Palm Beach, conhecido como Yesteryear Village. A história conta que o local serviu como uma casa funerária de propriedade de Karl Riddle em 1920. Dizem que a casa é assombrada por um fantasma chamado Joseph, que era um dos funcionários de Riddle. Diz-se que Joseph cometeu suicídio lá por enforcamento no sótão, e que agora é a área mais problemática da casa. Os visitantes relatam que o fantasma odeia homens, principalmente os que tentam entrar no sótão. Além disso, há relatos de vizinhos sobre o barulho de movimentos freqüentes de móveis na casa quando não há ninguém dentro dela. A casa é famosa, já foi até mesmo investigada por uma equipe de um programa de TV famoso nos EUA de caça-fantasmas.



10. Os 13 fantasmas do elevador do edifício Joelma – São Paulo, Brasil
   Relatos afirmam que o famoso Edifício Joelma, localizado em São Paulo, está assombrado por vítimas do incêndio, que ocorreu no dia 1 º de fevereiro de 1974, depois de um aparelho de do superaquecimento de um ar condicionado no 12º andar (que ironia!). No incêndio mais de 300 pessoas perderam sua vida, mas entre as histórias, a mais curiosa é do “Mistério das Treze Almas”, indivíduos que morreram dentro de um elevador enquanto tentavam escapar do incêndio, e que supostamente assombram o edifício até hoje.


Acredita nessas histórias? Eu não duvido nem acredito. Sou o tipo de pessoa que, para muitas coisas, só acredita vendo e teria o prazer de poder conhecer cada um desses locais.

Fonte: Rock'N Tech


Xoxo!


Deixe um comentário