Salvador, Bahia, território africano
Baiano sou eu, é você, somos nós
Uma voz, um tambor
Oxente, cê num tá vendo que a gente é nordeste?
Ah, Salvador... Terra da festa, da alegria, do axé, do carnaval, Caetano Veloso e tantos outros (inclusive eu)!
É quase pecado falar de Salvador e não começar com o Pelourinho }(carinhosamente chamado de Pelô), nosso principal ponto turístico. Lugar onde foi filmado o filme Ó pai ó e um dos clipes do Rei do pop, Michael Jackson.
O Pelourinho, situado no coração do centro histórico da cidade, é um grande shopping ao ar livre,  oferece inúmeras atrações artísticas e musicais. Há uma concentração de bares, restaurantes, boutiques, museus, teatros, igrejas e outros monumentos de grande valor histórico. Baianas de acarajé são vistas em cada esquina, assim como trançadeiras e músicos. Há também as práticas do grupo Olodum, Os Filhos de Ghandi também têm práticas lá nos meses que antecedem o carnaval. Apresentação de artistas em sua maioria baianos também. Esses eventos costumam acontecer nas praças: Tereza Batista e Pedro Arcanjo.


A igreja do Senhor do Bonfim também não poderia deixar de aparecer por aqui. Lá são realizadas missas, pedidos e pagação de promessas. Fitinhas do Senhor do Bonfim são amarradas em seus portões junto com um pedido, quando o mesmo se realiza, a fitinha se parte. (Nunca tentei). Na sala dos milagres é possível agradecer a bençãos alcançadas, principalmente curas, pendurando as partes do corpo que foram curadas feitas em gesso, madeira ou cera, além de fotos e outros objetos que representam a graça alcançada.



O Elevador Lacerda (é só um elevador normal que oferece uma vista muito muito bonitaé o primeiro elevador urbano do mundo. Em 8 de dezembro de 1873, quando foi inaugurado, era o mais alto do mundo. Do alto do elevador é possível ver  Baía de Todos-os-Santos, do Mercado Modelo e, ao fundo, o Forte de São Marcelo.


O Forte de São Marcelo, (não sei se atualmente se encontra aberto pra visitação) Primeiramente construído em madeira, foi, depois da invasão holandesa de 1624 reconstruído em alvenaria de pedra e ganhou sua forma circular, assim como a missão de proteger o centro da cidade colonial dos ataques marítimos estrangeiros. O Forte tornou-se uma imponente construção militar e foi responsável pela guarda do porto. O interior do Forte é exatamente como era na época em que era usado, e nos conta a história através de salas, objetos da época e inscrições. Canhões, pequenas salas de esconderijo, correntes e tudo o mais.

O Mercado Modelo fica localizado diante da da Baía de Todos os Santos, é vizinho do Elevador Lacerda e do Centro Histórico/PelourinhoAbriga duzentas e sessenta e três lojas que oferecem a maior variedade de artesanato, presentes e lembranças da Bahia, contando com dois dos mais tradicionais restaurantes de culinária baiana, o Maria de São Pedro, com oitenta anos de existência e o Camafeu de Oxossi. Todo o tipo de lembrancinhas, presentes e etc relacionado a Bahia você pode encontrar no Mercado Modelo, além de poder ver Apresentações de Capoeira e apreciar uma ótima culinária. O Mercado Modelo é um dos pontos turísticos que com certeza não pode deixar de ser visitado tamanha a sua riqueza e memória cultural.
Apesar de não conhecer muito a cidade, a acho incrível, e tenho certeza que você também vai achar, venha nos visitar por aqui ;)


Deixe um comentário