1- Descreva a sua aparência física (na terceira pessoa), como se você fosse uma personagem de livro.



   E de longe eu podia observá-la, sentada na grama da praça, com um caderno no colo, a ponta da caneta entre os lábios. Os cabelos ondulados e avermelhados, balançavam ao vento. Os olhos castanhos e sem brilho fitavam o espaço vazio a sua frente, como se pudesse ver além do que estava ali, e, da forma que enrugava a testa era possível perceber que os pensamentos invadiam sua mente. Vez ou outra olhava para o caderno, escrevia algo e dava um leve sorriso. A cada vez que ela sorria, eu podia observar uma pequena covinha em sua bochecha direita. Talvez ela não tivesse muitos motivos para sorrir, mas quando o fazia, era com sinceridade.
   O dia já estava chegando ao fim, os raios do sol deixava o céu alaranjado. Ela se levantou, passou a mão na calça para tirar a grama, arrumou a camisa, amarrou a jaqueta na cintura, colocou o caderno na bolsa e caminhou lentamente como se não quiser ir embora. O que esperava ela, aonde que que ela estivesse indo, eu não sei, só sei que algo lá não a agradava. Ela olhou para trás, sorriu para mim e se foi. 



Deixe um comentário