O mundo parece um lugar ruim agora. Você quer ir embora mas não tem ideia de pra onde. Para todos os lado que olha não consegue encontrar sentido. Nada parece conseguir te fazer feliz de verdade. Tudo está fora do lugar. Em algum momento, sem que se desse conta, um furacão passou e revirou cada detalhe da sua vida. Ficar em casa na segurança do seu quarto parece ser a melhor coisa.
   Mas mesmo com todos esses sentimentos te sufocando agora você vai ficar bem. Não, não vai ser agora e não vai ser rápido. Sinto muito por isso. Mas você vai ficar bem. Vai acordar um dia, se olhar no espelho e sentir vontade de sair. Vai sentir vontade de sorrir. Não estou dizendo que o dia será incrivelmente feliz e perfeito. Mas será real. Sabe aquele furacão que te bagunçou da cabeça aos pés? Ele passou. E agora é a hora de colocar tudo em ordem novamente. Demore o tempo que achar necessário. Se afaste o quanto for preciso. Tudo bem não estar bem. Não precisa ser agora, mas fique bem. Acredite nisso. Mesmo não parecendo, você ainda tem forças para continuar. Você é uma pessoa incrível, então levante e apenas fique bem. 


Existem muitas formas de escolher um livro. Alguns escolhem pela capa, outros pela sinopse e as vezes pelo nome do livro. Já comprei muitos livros só pela capa, assim como também já comprei pela sinopse, mas para esse post escolhi três livros que escolhi por causa do título.

Sinopse: Chega de tentar buscar um sucesso que só existe na sua cabeça. Chega de se torturar para pensar positivo enquanto sua vida vai ladeira abaixo. Chega de se sentir inferior por não ver o lado bom de estar no fundo do poço.


Coaching, autoajuda, desenvolvimento pessoal, mentalização positiva — sem querer desprezar o valor de nada disso, a grande verdade é que às vezes nos sentimos quase sufocados diante da pressão infinita por parecermos otimistas o tempo todo. É um pecado social se deixar abater quando as coisas não vão bem. Ninguém pode fracassar simplesmente, sem aprender nada com isso. Não dá mais. É insuportável. E é aí que entra a revolucionária e sutil arte de ligar o foda-se.

Mark Manson usa toda a sua sagacidade de escritor e seu olhar crítico para propor um novo caminho rumo a uma vida melhor, mais coerente com a realidade e consciente dos nossos limites. E ele faz isso da melhor maneira. Como um verdadeiro amigo, Mark se senta ao seu lado e diz, olhando nos seus olhos: você não é tão especial. Ele conta umas piadas aqui, dá uns exemplos inusitados ali, joga umas verdades na sua cara e pronto, você já se sente muito mais alerta e capaz de enfrentar esse mundo cão.
Para os céticos e os descrentes, mas também para os amantes do gênero, enfim uma abordagem franca e inteligente que vai ajudar você a descobrir o que é realmente importante na sua vida, e f*da-se o resto. Livre-se agora da felicidade maquiada e superficial e abrace esta arte verdadeiramente transformadora.


Sou só eu que acho o nome desse livro intrigante? Sério, comprei só pelo nome e só depois fui ler a sinopse.

Sinopse:Indo contra a tendência dos textos curtos e superficiais que são postados nas redes sociais, o coletivo literário Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente (TCD) passou a produzir e compartilhar um conteúdo extenso, profundo e extremamente poético em suas páginas no Facebook e no Instagram. Com seus escritos e ilustrações, eles acabaram atingindo um público muito maior do que o esperado, nos mostrando como, apesar da crescente agilidade que nossa comunicação exige, ainda precisamos de tempo para digerir e entender nossas complexas relações humanas. Para este livro, foram produzidos textos inéditos que ganharam a companhia das sensíveis ilustrações de Anália Moraes.


Vi esse livro pela primeira vez no instagram de uma cantora e fiquei curiosa para saber que tipo de texto era cruel demais para se ler rapidamente. Resultado? Fui pesquisar sobre o livro e o título me fez querer ele.



Sinopse: Transformando suor em ouro é a história de Bernardinho contada por ele mesmo, desde os tempos de jogador até a consagração como técnico com o ouro olímpico. Mais do que relatar uma epopeia esportiva, o livro busca apresentar diferentes facetas do treinador ao mostrar como Bernardinho burilou o método que batizou de 'Roda da Excelência'. O livro tenta mostrar ainda como o treinador da seleção brasileira masculina de vôlei revela-se um estudioso, tanto do esporte quanto da administração, como John Wooden, Winston Churchill e James Hunter, retirando e testando seus ensinamentos, incorporando alguns, descartando outros, adaptando muitos. A obra pretende revelar o - segredo - que fez dele um palestrante requisitado por diversas empresas em busca de um diferencial competitivo no mundo dos negócios.

Eu gosto de vôlei, sempre joguei na escola e até na rua. Quando vi o nome do livro e que era do Bernardinho já me interessou. Essa ainda estou lendo, mas estou gostando bastante porque é uma leitura leve, porém cheia de informação e frases que motivam.

Quais capas de livros te fizeram comprar?
Quantas e quantas vezes olhamos um livro e gostamos pela capa ou pelo título, mas o preço não agrada muito? E já nos perguntamos: Será que tem desconto ou acho ele mais barato na internet?
Gosta de cupons de descontos? Então dá uma olhadinha no Cupom Válido. Lá você encontra códigos para descontos em livrarias como a Saraiva, Fnac, Livraria Leitura e em muitas outras lojas. Desconto é bom e todo mundo gosta.




   Não tem sido nenhum pouco fácil, eu sei. Contar até dez e respirar fundo não tem funcionado. Sei que tem momentos que a vontade é só de sair correndo ou gritar. Então... Grita vai, coloca tudo isso pra fora. Não liga se as pessoas vão se assustar ou se surpreender. Só grita.
   Você não precisa carregar todo esse peso nas costas. Não é responsabilidade sua, mesmo que façam parecer, não é. Olha só pra você, está cansada, estressada e perdida. Não tem que ficar assim. Nunca sentiu a vida leve, sempre foi tudo pesado e difícil. Está na hora de olhar um pouco pra você, mesmo que falem que é egoismo. Deixa falarem. Você não precisa ficar estagnada, não tem que parar de sonhar ou de fazer planos.Tenta ser mais leve porque tudo que é pesado cansa. Sorria. Pule. Coloque uma música boa e dance. Cante. 
   Não se desespere por estar em um momento difícil. Vai passar. Pode demorar um pouco e até parecer que nunca vai mudar, mas vai. E tudo isso vai te fazer mais forte. Nada é em vão. Se não é benção é lição. Use tudo isso a seu favor e acredite que pode ser melhor. Não desista. Continue tentando todos os dias. Uma hora ou outra tudo vai começar a dar certo. 




Título: Amor sob as Estrelas
Autor: Mariana Gomes
Link para leitura:  Amor sob as Estrelas
Sinopse: O que Rebeca gostaria mesmo era de ser escritora, e nunca pensou que aos seus vinte e cinco anos onde se imaginava já em Hollywood escrevendo seus roteiros, estivesse trabalhando na empresa de informática do seu pai. Eram para ser apenas três meses, e então se veria livre daquilo, poderia construir sua tão sonhada carreira, porém, a vida de Rebeca sofreu um solavanco, quando em apenas um toque ela se sente intimamente ligada a Gabriel. Ela mesma desejava que não tivesse sentido todas aquelas sensações estranhas, a euforia, o descompasso da respiração, o coração acelerado. Desejou ainda mais nunca ter aparecido naquele seu primeiro dia de trabalho, ter conhecido aquele homem e se apaixonado perdidamente por ele quando descobriu que ele já era noivo. E ainda mais, quando descobriu que tal noiva estava grávida. Será que esse amor será suficiente para superar os obstáculos? Até onde vale a pena arriscar? Até onde você iria para ser inteiramente feliz?


Amor sob as Estrelas é um romance dramático que conta a história de Gabriel, um homem inteligente, tímido mas que sabe se comunicar muito bem quando é necessário, está noivo e logo vai ser pai. E de Rebeca, uma mulher sonhadora, inteligente, divertida e focada em tornar seu sonho realidade. Quando se conheceram sentiram uma atração incomum para ambos. As certezas que tinham e queriam para a vida já não eram mais tão absolutas. Com tamanhos obstáculos iriam corresponder a tal atração?


O ebook ainda está em processo de escrita e está sendo publicado no Wattpad . Um capitulo novo toda sexta-feira. Não deixe de conferir e acompanhar a história que promete muito drama e confusão.



Título original: Esquimolândia
Autor: Ulisse Alves
Editora: Chiado Editora
Páginas: 61
Lançamento: 2014
Avaliação: ★★★★★


Sinopse: Tudo aquilo que existe, precisou primeiro não existir. Se tudo o que existe é real e sua base foi a não existência, então tudo o que não é real existe como base de tudo o que é real. Aqui estão os fragmentos dessa verdade semi-mentirosa." Esquimolândia" narra as aventuras impossíveis de personagens distorcidos em um mundo caótico e sem sentido. Tal qual o mundo que chamamos de mundo. Porém, Esquimolândia não tem a responsabilidade forçada de ser coerente o tempo inteiro, ou em tempo algum. "Esquimolândia" é um mundo feito sob medida para quem gosta de viver os exageros contidos da existência. Ou talvez não seja nada disso, vai saber.

Bem, esse, com certeza, não é um livro comum. E eu sinceramente não sei bem como falar dele, não por ser difícil ou algo do gênero, mas por ser um livro tão diferente que não há jeito de se falar dele.
Confesso, que no início da leitura fiquei um tanto surpresa, incomodada, julguei o livro pela primeira página (sabe aquele tal de conceito pré concebido? Então) e abandonei a leitura. Porém depois resolvi dar uma chance real a ele e não me arrependi.

“Tudo bem, Mariana, conte-me mais”

Bem, o livro narra as aventuras de dois garotos de idade incerta, Valter e Danilo, tudo começa com o sumiço da rua de Esquimolândia onde Valter mora. A partir daí, varias outras coisas loucas começam a acontecer e Valter, separado de Danilo, vivem varias aventuras. Os dois lidam com as adversidades que surgem em seu caminho de formas bastante variadas e nos mostram coisas jamais vistas, como um cachorro de 3 patas, uma escova sem braço, um carrinho de brinquedo negociante, um lago de patas, o poder da baba e etc

Esquimolândia pode parecer um livro bobo, talvez infantil, ou sem pé nem cabeça, mas se você prestar atenção em detalhes, com certeza perceberá que por trás da história há bem mais que isso.
E, relendo o livro há poucos dias percebi o tanto de preconceito literário que havia em mim. Esse livro me fez pensar em quão superior eu me achava (em termos de literatura) e me ajudou a trabalhar para melhorar isso. (um bônus!)

No mais, Esquimolândia é um livro divertido, um ótimo passa tempo, e que quando você engata na leitura, com certeza te faz viajar. Um livro de escrita simples, e leitura fácil e rápida.


Vale a pena dar uma chance.

Para a compra do livro e mais informações: Ulisses Alves

Resenha feita por: Mariana Gomes



Olá.. Tudo bem? Espero que sim. Bom, vi essa tag no canal da Karol Pinheiro, achei legal e resolvi responder aqui. Vamos lá...

1. Música favorita
Minha música favorita depende muito do momento.. Agora tô obcecada por Million Years Ago da Adele..




2. Música que mais odeia
Não é que eu odeio, só não aguento mais ouvir Mozão, Lucas Lucco



3. Música que te deixa triste
Essa música não me deixa triste, mas me faz pensar... Dare you to move - Switchfoot




4. Música que te lembra alguém
Give your heart a break - Demi Lovato



5. Música que te deixa feliz
Happy - Pharrel


6. Música que te lembra um momento específico
Glitter in the air - Pink



7. Música que você sabe a letra inteira
Sei a letra de muitas músicas, mas uma gosto de cantar é Partido Alto da Cassia Eller



8. Música que te faz dançar
Worth it - Fifth Harmony



9. Música que te ajuda a dormir
Free Fallin' - John Mayer



10. Música que você gosta em segredo
Isso cê num conta - Bruno e Marrone



11. Música com a qual você se identifica
Who you are - Jessie J


12. Música que você cantava e agora odeia
Não odeio, apenas enjoei, mas ainda assim canto quando ouço em algum lugar.., Blank Space - Taylor Swift



13. Música do seu disco preferido
Serpente - Pitty


14. Música que sabe tocar em algum instrumento
Não sei tocar nenhum instrumento, mas gostaria muito de aprender a tocar How to Love...



15. Música que gostaria de cantar em público
FlashLight - Jessie J



16. Música que gosta de ouvir dirigindo
Não dirijo ainda, mas... Cool for the summer - Demi Lovato




17. Música da sua infância
Eu e meu primo sabíamos cantar essa música toda e a gente cantava o dia inteiro.



18. Música que ninguém imagina que você goste
Bang - Anitta



19. Música que você quer que toque no seu velório
Essa foi difícil, mas acho que My desire - Jeremy Camp



20. Música que você quer que toque no seu casamento
Pode ser que até lá eu mude de ideia, mas por enquanto é...Thiking out loud




   Heeey!! Como vai? Espero que bem. Estou prestes a começar mais um ano no trabalho e confesso que estou sentindo um frio na barriga e uma certa insegurança. Bem parecido com quando eu entrei na sala de aula pela primeira vez. 
   Assumi uma sala com certa de 20 alunos pela primeira vez em agosto de 2014. Eu estava no 2º período da faculdade. Não sabia, absolutamente, nada sobre como agir. Totalmente crua. Apanhei muito, não nego. Teve dias em que chegava em casa quase chorando e pensando em não voltar mais. Mas eu continuei. Continuei porque eu sabia que aquilo era só o começo e eu iria conseguir. Tive muita sorte de conseguir uma chance para colocar em prática o que estava vendo na faculdade logo no 2º período. Tive sorte em conseguir um emprego em que a minha chefe teve a enorme paciência de me ajudar a todo o momento. Tenho muito o que agradecer a ela porque aprendi muito.
   Em 2014 e em 2015 trabalhei com o Jardim 1 e com o Maternal. Em 2015 eu já estava bem mais segura em sala e conseguir fazer um trabalho melhor. Eu deveria estar mais segura esse ano já que consigo ter um domínio melhor em sala né? Se eu fosse trabalhar o mesmo agrupamento, sim eu estaria, mas não vou. Esse ano vou assumir a sala do Jardim 2. E sim, tem diferença. O conteúdo é mais avançado. Já não tem tanta brincadeira. É um agrupamento onde as crianças já vão começar a aprender a ler. E o meu medo tá aí. Tenho medo de não conseguir chegar onde tenho que chegar. Eu sei que não vai ser como a primeira vez porque aprendi muito, mas, ainda assim, rola uma certa insegurança. É até normal porque é uma coisa nova pra mim.
   Tenho a leve impressão de que 2016 vai ser um ano e tanto. A brincadeira acabou e as responsabilidades estão apenas começando. Não vai ser fácil, sei muito bem disso, mas vou continuar, porque é assim que tem que ser. Vou continuar porque esse é o meu caminho. E se aparecerem obstáculos, e vão aparecer, eu enfrento e continuo caminhando. Mais um passo para frente. Mais um degrau para subir. Um passo de cada vez e chego lá. Me desejem sorte!!

Xoxo!



   Consegue fazer um delineado certinho? Sorte a sua! Eu amo delineado, mas não consigo fazer certo. Não pense que é por falta de prática. Já tentei com delineador líquido, em gel e recentemente comprei a caneta delineadora. Com a caneta me dei melhor, consegui fazer um traço mais preciso, mas ainda assim não fica bom. Já assisti muitoooos tutoriais, já usei fita, colher e muitos outros truques, mas não gostei de nenhum. E agora, finalmente, consegui fazer um traço mais certo e bonitinho. Já ouviu falar do molde para delineado? Ele ajuda muito, mas não é baratinho não. Então resolvi fazer o meu ficou muito bom. Antes de tentar fazer eu vi alguns vídeos, imagens e tal. Chega de blá blá blá e vamos ao passo a passo. Espero que goste e que ajude como me ajudou.

Abra a imagem para copiar.
   Esse modelo eu peguei no google imagens. Foi que mais gostei e que imaginei que ficaria legal. Pra saber o tamanho exato do molde eu usei uma régua para medir meu olho de ponta a ponta. O meu molde fiz com 4 cm. Usei o paint pra deixar a imagem no tamanho certo. Você pode imprimir o molde ou copiar o desenho. Depois é só recortar. Pra ficar um pouco mais durinho, passei o desenho pra uma folha mais resistente. Você pode usar cartolina, mas tenha cuidado porque a cartolina rasga muito fácil, mas com o contact ficou melhor, ou qualquer outra folha. Fiz um com cartolina e um com uma folha divisória de mês de uma agenda velha que tenho aqui. Coloquei contact para conseguir limpar melhor depois de usar e pra ficar um pouco mais firme também. Deu super certo.



Passo a Passo:






Gostou? Conseguiu fazer? Me conta!

Xoxo!



   Mais um ano chegando ao fim. É 2015 você não foi muito gentil. Chegou chegando e me pegou de jeito. Não foi um ano fácil, não foi o melhor ano da minha vida. Coisas inesperadas aconteceram. Sim, teve momentos em que vacilei e achei que não conseguiria levantar ou ir em frente, mas aqui estou. Seria hipocrisia da minha parte falar que durante um ano todo só aconteceram coisas ruins. Aconteceram coisas boas também. Coisas muito boas na verdade. Consegui terminar um ano bem no trabalho e na faculdade. Percebi o quão bom é dar o melhor em algo e no fim ver que conseguiu fazer um bom trabalho. Conheci pessoas novas e isso é sempre bom. Me apaixonei! Mudei. Sei que mudei. Sonhei, sorri, caí depois eu me levantei. Tudo que sofri me fez mais forte, eu sei. Pronta pra sofrer de novo...(#AC). Quando se para para pensar assim, percebemos que coisas boas também acontecem, mas não damos muita atenção. Talvez porque as coisas ruins mexem mais com gente. Enfim... o ano já está chegando ao fim e mais um vem aí com força total. Agora é recarregar as energias e se preparar para um futuro incerto e de grandes surpresas.

   Mergulhe em você mesmo.
  Temos medo de estarmos conosco, mergulharmos em nosso interior. O silêncio e sua prática nos leva a esta possibilidade de encontro profundo e revitalizador. Com o silêncio, encontramos a paz e o amor incondicional vem com toda a força transformadora. O amor é a força mais sutil do mundo. O mundo está farto de ódio. É é este ódio irracional e distante da força criadora que destrói,corrompe e ensurdece a humanidade.
  Pare! Recomece! Reprograme-se... O silêncio pode ser o ponto chave desta nova caminhada. Pratique-o diariamente e transforme um pouco nosso mundo. Ouça-se.
  Temos de nos tornar a mudança que queremos ver no mundo. Você tem que ser o espelho da mudança que está propondo. Se eu quero mudar o mundo, tenho que começar por mim.
   Pratique diariamente o silêncio da paz. Respire profundamente algumas vezes. Inspire e sopre lentamente até ir relaxando e mergulhando dentro de si mesmo. Feche os olhos e silencie seus medos, preocupações e ansiedades diárias, por alguns momentos. Dê a chance à sua paz e a paz do mundo.
   Faça a sua parte, se doe sem medo. O que importa mesmo é o que você é... Mesmo que outras pessoas não se importem. Atitudes simples podem melhorar sua vida. Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se você não fizer nada, não existirão resultados. Espalhe esta ideia.
   Transforme o mundo, a partir de você. Seja a mudança que você deseja para o mundo.
 - Mahatma Gandhi



   Já ouviu falar do Projeto Escrita Solidária? Se já, espero que tenha gostado da iniciativa e que tenha conseguido ajudar do seu jeito. Se ainda não conhece vou te explicar.

   O projeto foi criado por escritores com o intuito de ajudar as vitimas da tragédia em Mariana - MG. Para quem não sabe,  no dia 05 de Novembro duas barragens da mineradora Samarco no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana-MG romperam e as consequências não foram poucas. A cidade ficou coberta por lama e os estragos foram enormes. Centenas de famílias ficaram desabrigadas e precisam de ajuda.


   O objetivo do projeto é arrecadar dinheiro através de doações nos valores de R$10,00, R$25,00 e R$50,00 e, posteriormente, todas as doações serão revertidas às vítimas da tragédia em Mariana e região. 
   Todos que fizerem uma doação mínima receberão um e-book que reúne contos, crônicas e poemas de vários autores participantes, de vários estados brasileiros. Além de autores independentes, o projeto terá a participação de dois escritores de sucesso do mercado editorial brasileiro: Fábio M. Barreto, cineasta e autor do livro “Filhos do Fim do Mundo”, e R. F. Lucchetti, autor de dezenas de obras, incluindo “O Fantasma do Tio William”, que integra a famosa série Vagalume. 

   Para quem deseja contribuir com valores maiores, outros autores disponibilizaram obras próprias, em e-book, para presentear os doadores, em forma de agradecimento. Ao doar qualquer valor acima de R$50,00, o doador receberá também um kit contendo três livros físicos, sendo estes antologias de contos.


Saiba mais sobre o projeto https://realize.me/p/escritasolidaria

Se você pode, não deixe de ajudar. Se não ajudarmos uns aos outros onde iremos chegar? Essa é uma bela iniciativa e tenho certeza que não é a única. Faça sua parte. O mundo precisa disso.

Xo!